Fiscal Manager NFC-e Instalação Completa

Home » APIONE » Fiscal Manager NFC-e Instalação Completa

Plataforma Fiscal Bematech

Conceito, instalação e configuração

Instalador Windows –Módulo Lite PDV
(Virtual ECF + Fiscal Manager)
Alessandro Lavalle – BSP

v1.04.00

CONCEITO

 

Antes de iniciarmos o processo de instalação e configuração do produto, é muito importante que o conceito e artefatos da solução sejam entendidos. A Bematech possui vários meios que permitem uma rápida integração do seu produto fiscal NFC-e, como aplicativo PDV dos nossos parceiros de software, e neste tutorial de instalação e configuração, iremos nos focar no modo compatibilidade com o ECF, ou seja, aplicações PDV que já realizam a comunicação com os ECFs Bematech, seja com o uso da BemaFI32.dll. permanecem com as mesmas funcionalidades, sendo necessárias apenas algumas adaptações no código do aplicativo PDV, para atender na integra as informações solicitadas na tecnologia NFC-e (Nota Fiscal Consumidor eletrônico).

Sem Virtual ECF?
Sim isso mesmo a forma mais atual de integração do Fiscal Manager NFC-e sem o uso do Virtual ECF, chamando os comandos via Restful. Para saber mais sobre a integração com a API One clique aqui!

Se você esta acostumado com a utilização de dll, não se preocupe, pois a Bematech desenvolveu a BemaOne.dll, somente chamar as funções corretamente.

  1. Geração, assinatura e transmissão do XML/Nota;
  2. Análise do resultado do processamento do XML junto ao servidor do fisco;
  3. Tratamento automático da contingência (instabilidade SEFAZ e rede, ausência de rede, etc.);
  4. Layout e respectiva emissão do DANFE NFC-e;
  5. Compatibilidade da emissão dos documentos (DANFE, LeituraX, ReduçãoZ, Comprovante de Débito e Crédito, Relatório Gerencial, Comprovante não Fiscal) em qualquer impressora térmica do mercado
    (via spooler de impressão);
  6. Custódia dos documentos em nuvem(Servidores Bematech) e relatórios*;
  7. Monitoramento online dos PDVs*;
  8. Inutilização automática das sequencias de notas não transmitidas ao fisco

 

PRODUTOS NFC-e

 

Logo após a instalação/configuração do produto, serão criados na Área de Trabalho do Windows® os seguintes ícones:

Aplicativo que permite redefinir as configurações da solução NFC-e. O usuário e senha para acesso ao painel de controle, são definidos pelo usuário durante o processo da instalação.

 

 

O FiscalManager é o aplicativo cliente NFC-e da Bematech, responsável por gerar o XML/Nota e demais documentos eletrônicos, assiná-los digitalmente, transmiti-los a SEFAZ, realizar as respectivas tratativas de processamento junto ao fisco, montagem do DANFE e a respectiva impressão. A contingência dos documentos, também é tratada de forma automática por este cliente NFC-e.

 

Com a ausência do ECF físico no computador, o Virtual ECF é quem passa a receber os comandos fiscais disparados pela aplicação PDV ex.: Leitura X, Redução Z, Comprovante de Débito e Crédito, Relatório Gerencial, Comprovante não Fiscal, etc.

 


 

DOWNLOAD E ATUALIZAÇÕES

 

Onde baixar a solução?

–Para realizar o download do instalador NFC-e da Bematech:

–Obs.: No caminho acima, disponibilizamos exemplo completo em Delphi, e também para demais linguagens de programação para auxiliá-lo durante o processo da integração.

 

BemaFI32.dll

Para quem realiza a comunicação com nossos ECFs fazendo o uso da BemaFI32.dll, é necessário realizar o download da versão* mais recente e atualizá-la no computador.

Obs.: A BemaFI32.dll e seu respectivo arquivo de configuração BemaFI32.ini, necessitam ser atualizados em conjunto na pasta do executável do aplicativo comercial, ou em C:\Windows\System32 (Windows®32bits),ou na pasta C:\Windows\SysWOW64 (Para Windows®64bits),

 


 

 

REQUISITOS PARA A TRANSMISSÃO DA NFC-e

 

Certificado digital e – CNPJ

É requisito fiscal que todos os documentos transmitidos eletronicamente ao fisco, sejam previamente assinados digitalmente e como solução, adotamos como padrão o certificado digital do tipo e-CNPJ A1,

Algumas vantagens do certificado digital do tipo e-CNPJ A1:

  1.  Uso simultâneo em vários computadores;
  2. Não necessita de hardware USB plugado ao computador para o seu funcionamento;
  3. Maior disponibilidade e estabilidade para uso na aplicação;
  4. Praticidade
  5. Uso simultâneo entre Matriz e Filial de mesma raiz de CNPJ, ou seja, se os 8 primeiros dígitos dos CNPJs forem iguais, exemplos:

Matriz:  82373076 000171
Filial1:  82373076 000278
Filial2:  82373076 000389

É de responsabilidade do contribuinte, disponibilizar o Certificado digital para a assinatura dos documentos;
O Formato do Certificado digital necessita estar em .PFX, para que este seja importado durante a instalação do produto.

Obs.: O uso do Certificado digital, é obrigatório tanto para o ambiente de Homologação como para o ambiente de Produção.

 

Código CSC/ Token do contribuinte

O CSC é um código de segurança ,de conhecimento exclusivo do contribuinte e da SEFAZ, usado para garantir a autoria e a autenticidade do DANFE NFC-e

  1. A solicitação do código é de responsabilidade da empresa contribuinte;
  2. É indispensável que o contribuinte tenha Inscrição Estadual, e a sua situação junto ao estado necessita estar em situação regular (Inscrição Estadual ativa);
  3. A solicitação necessita ser realizada para a SEFAZ do estado, em que a empresa contribuinte está

Registrada;

  1. A solicitação pode ser realizada, diretamente no site da secretaria do estado, exemplo para o Amazonas: http://www.sefaz.am.gov.br/;
  2. O certificado digital, necessita estar instalado no computador no momento da solicitação via

Browser (internet);

  1. Tanto para testes em homologação como produção, é necessário informar o código CSC: Homologação (testes sem validade jurídica ) – Produção (com validade jurídica);
  2. Possibilidades de se obter mais de um código CSC para cada tipo de ambiente;
  3. Os CSC solicitados serão válidos para todos estabelecimentos do contribuinte dentro do estado;

Nota: Imagem acima obtida do site da Secretaria da Fazenda do Amazonas e refere-se ao link para geração dos códigos CSC para Homologação e Produção (inserida apenas para melhor compreensão).

 

Não possui código CSC?
A Sefaz de Amazonas disponibiliza o ambiente de testes, saiba mais:

 

Configuração de Ambiente de Testes para Desenvolvedores NFC-e (Genérico)

 

 


 

INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO – Impressoras

 

USB SERIAL COM – MP-4200TH / MP-100TH / MP-5100TH

–Realizar este procedimento de instalação, se houver uma MP-4200 TH, MP-100 TH, MP-5100 TH ligada e conectado em uma das interfaces USBs do computador

Quando conectada a impressora na porta USB, automaticamente será instalado o driver USB.
Indicamos atualizar o driver USB para a versão mais recente. Logo abaixo o link com a versão recente.

Impressora doutras marcas utilize o modo de impressão via Spooler do Windows.

Configurando Impressora no Fiscal Manager NFC-e

 


 

INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO FISCAL MANAGER NFC-e

 

 

 

01 – Para iniciar a instalação do produto, preferencialmente execute o instalador como Administrador  “Executar como Administrador

 

 

 

 

 

 

02 – Selecione a opção “Eu aceito os termos do Contrato”, e novamente clique em Avançar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Finalizando instalador, aguarde o processo da extração dos arquivos para instalação, e assim que finalizar o processo dar-se-á inicio a configuração do produto.

Iniciando configuração Painel de controle NFC-e
Preencha os dados da empresa contribuinte registrada naquele estado e em seguida clique em “Próximo Passo”.

VECF, como a intenção é trabalhar em modo compatibilidade com os comandos do ECF, deixe a opção ‘Instalar o Virtual ECF’ selecionada.

 

Após seguidas instruções clique em importar Certificado, informando a senha. Lembrando que o é necessário o certificado estar em formato .PFX A1

 

Tela que permite informar os dados do contribuinte.

1 – A escolha da porta nesta opção, irá emular uma Porta Serial no sistema operacional e será de uso exclusivo do aplicativo PDV ex..: COM2. Caso o aplicado PDV utilize a DLL BemaFI32, será necessário informar esta porta no arquivo de configuração da DLL (BemaFI32.ini) ex.:: Porta=COM2.

 

– Assim como para NF-e é necessário informar o numero da série para os documentos fiscais emitidos, na tecnologia NFC-e também permanece este legado.

A disponibilidade de séries é de 001 à 999, sendo que para cada série a numeração da NFC-e será sequencial de 1 a 999.999.999.

Então caso o estabelecimento contenha múltiplos PDVs emitentes da NFC-e, será necessário utilizar uma série para cada PDV ex.: PDV 01 = Série: 001, PDV 02 = Série: 002, PDV 03 = Série: 003, e assim por diante.

Nota: A repetição da série nos PDVs de um mesmo estabelecimento, ou seja, de mesmo CNPJ, poderá causar duplicidade no envio da NFC-e, e por este motivo necessita-se utilizar séries distintas nos pontos de vendas.

3 – O regime tributário basicamente define o enquadramento fiscal da empresa, então nesta opção é possível selecionar:

  • Simples Nacional
  • Simples Nacional – Excesso de sublimite de receita bruta
  • Regime Normal

Obs.: Esta informação pode ser obtida com o próprio cliente e ou seu setor contábil.

 

  • 04 – CEP do endereço do contribuinte;
  • 05 – Necessário informar a cidade/município do contribuinte;
  • 06 – Nome da rua da localização do estabelecimento comercial do contribuinte;
  • 07 – Numero do estabelecimento comercial;
  • 08 – Bairro em que o estabelecimento comercial está localizado;
  • 09 – Telefone do estabelecimento comercial;
  • 10 – Inscrição Estadual da empresa contribuinte;
  • 11 – Inscrição Municipal do contribuinte (Informe isento se não existir);
  • 12 – Razão Social do contribuinte;
  • 13 – Nome Fantasia do contribuinte;

Após preenchidas as informações, clique em “Próximo Passo”.

Nesta fase da configuração do produto, iremos definir o tipo de ambiente para operação, ou seja, produção: os documentos serão transmitidos a SEFAZ com validade jurídica; Homologação: os documentos serão transmitidos a SEFAZ sem validade jurídica.

É no modo homologação, que você poderá realizar todos os testes de integração entre o produto NFCe Bematech e o seu aplicativo PDV, ou seja, não haverá validade jurídica para os documentos.

 

CSC ID: refere-se a posição do código CSC/Token disponibilizado, ex.: contribuinte adquiriu dois códigos CSC para o ambiente de homologação junto a SEFAZ, então teremos um código para a sequência 000001 e outro para 000002. Obs.: Solicite ao cliente esta informação

CSC: Refere-se ao código CSC/Token disponibilizado pela SEFAZ. A secretaria do estado do Amazonas, a princípio aceita a seguinte regra para a formação deste código: 8 primeiros dígitos do CNPJ + Ano atual + fixo 0001. (ex.: 9999999920150001)

Nota: É necessario que o código CSC inserido no Fiscal Manager NFC-e, seja idêntico ao fornecido pela SEFAZ.

 

 

Próximo passo:

01 – Informe na opção “Caminho do arquivo de logotipo da empresa”, um arquivo nos formatos JPEG, PNGBMP,  e com dimensões recomendadas de 256 x 136 pixels (utilize o botão Procurar para localizar e inserir a logo).

02 – Caso tenha previamente instalado uma impressora MP4200TH / MP100TH / MP5100TH em seu computador, selecione a opção “Imprimir DANFE” em seguida SERIAL, informando qual foi a porta SERIAL emulada da impressora.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Finalizando a instalação.

Aguarde por alguns instantes ate que seja apresentada a Janela abaixo e pressione Concluir para fechar esta Janela.

 

 


VALIDANDO A LICENÇA ON-LINE

 

Nesta etapa o produto já está totalmente configurado, restando agora apenas ativá-lo para que você possa iniciar os testes de integração e compatibilidade com seu aplicativo de frente de caixa.

 

Fiscal Manager NFC-e Licenciamento LA

 


 

ESTRUTURA DE PASTAS DA SOLUÇÃO

 

C:\NFCE\APPPasta em que o aplicativo Fiscal Manager é instalado, além da sua instalação, também é alocado nesta pasta o seu respectivo arquivo de log e o arquivo de configuração:

Fiscalmanager-all.log = Arquivo de log do Fiscal Manager, sempre que solicitado pela Bematech o arquivo de log, encaminhe este arquivo.

fiscalmanager.properties = Arquivo de configuração do Fiscal Manager exemplos de configuração para o arquivo.:
– URLs da SEFAZ para processamento do XML;
– Código IBGE do estado
(ex.: AM=> NFCE_UF=13, RJ=> NFCE_UF=33, PR=> NFCE_UF=41, etc.) ;
Token do contribuinte ex.: QRCODE_TOKEN=8237307720150001, etc.

 

 

 

C:\NFCE\BACKUPTodos os documentos originalmente criados, serão copiados para a pasta BACKUP ( XMLs para os eventos de cancelamento e inutilização, XMLs da nota, etc.).

Obs.: estes arquivo não irão conter o protocolo de autorização, referente ao seu processamento/aceitação fiscal.

C:\NFCE\CUSTODIA = Serão arquivados nesta pasta, todos os XMLs processados com sucesso, ou seja, documentos transmitidos e não denegados pela SEFAZ do estado exemplos:

NFe13150382373077000171657760000053139000053131proc.xml // Nota processada; NFe13150382373077000171657760000052191000052197canc.xml // Nota cancelada; Inut776-000005000-000005000-Proc.xml //Eventos de inutilização.

Para todos os documentos contidos nesta pasta, haverá internamente o seu respectivo protocolo de autorização.

Os arquivos desta pasta, poderão ser encaminhados a contabilidade a fim de obter relatórios de venda e demais documentos fiscais.

C:\NFCE\DANFEUma cópia das notas processadas com sucesso, serão armazenadas em formato PDF
ex.: NFe13150382373077000171657760000032739000032731.pdf.

 

C:\NFCE\VIRTUALECF = Pasta em que o Virtual ECF é instalado, além da instalação deste aplicativo, também é alocado nesta pasta o seu respectivo arquivo de log e o arquivo de configuração:

VirtualECF_DDMMAAAA_log.txt = Arquivo de log do VECF, sempre que solicitado pela suporte Bematech o arquivo de log do VECF, encaminhe este arquivo.

–  DDMMAAA – sendo o dia, mês e ano ex.: VirtualECF_14032015_log.txt

 

É possível realizar as configurações do VECF diretamente neste arquivo, ou seja, sem a necessita de abrir o painel de controle NFC-e?

[Bematech] Sim possível! Pois todas as configurações efetuadas neste arquivo, também influenciam nas configurações do Painel de Controle NFC-e

  • Efetue um cópia de segurança do arquivo antes de alterá-lo;
  • As configurações realizadas no arquivo, somente terão efeito no Virtual ECF, após ele ser recarregado.

configuration.xml = Arquivo de configuração do VECF Contém todas as configurações para o VECF. Então sempre que solicitado pela Bematech, encaminhe este arquivo.
Nota: Se for necessario editar o arquivo configuration.xml, execute a ação com o editor avançado exemplo notepad ++, pois o notepad ou editor padrão corrompe o arquivo ao salvar.

 


 

PROBLEMAS ou DÚVIDAS SOBRE INTEGRAÇÃO?

ALGUMA DÚVIDA NÃO INFORMADA NESTE TUTORIAL?

 


 0800.644.7277

 

CHAT

 

E-mail

solucoes.fiscais@bematech.com.br