Reconhecimento dos ECFs Bematech em Sistema Operacional Linux

Home » Impressoras Fiscais » Comando Direto (ECF) » Reconhecimento dos ECFs Bematech em Sistema Operacional Linux

Olá Partner Bematech e Desenvolvedor de Software,

Para a utilização da biblioteca fiscal (libbemafiscal) em sistemas operacionais Linux, precisamos ficar atentos a alguns pontos importantes.

A primeira situação que iremos tratar é sobre a execução de alguns comandos/verificações de compatibilidade com o ECF 09/09 da Bematech, modelos MP-4200 TH FI e MP-4200 TH FI II.

Existe um arquivo chamado manutencao.xml que é utilizado pela biblioteca fiscal como um arquivo swap para troca de informações e armazenamento de alguns parametros da impressora. Quando a biblioteca fiscal não consegue escrever nesse arquivo, armazena as informações em cache, podendo comprometer o correto funcionamento da biblioteca fiscal.

Primeiramente, devemos localizar no sistema operacional o arquivo manutencao.xml. Esse arquivo é criado automaticamente pela biblioteca fiscal quando não localizado na pasta da aplicação ou pasta /lib. Se a biblioteca fiscal não identificar nesses dois locais o arquivo, o próximo passo será uma verificação na pasta /etc, se o retorno pelo arquivo for nulo, a biblioteca fiscal então tentará cria-lo nesta última pasta.

Em alguns casos quanto a aplicação é executada com super usuário (root), não é necessário criar ou alterar as permissões do arquivo, mas como por questão de segurança, as aplicações são executadas em uma conta default do sistema operacional que não possui permissões para criação e escrita da pasta /etc

Se localizarmos o arquivo na pasta /etc devemos então alterar suas permissões com o comando:

 

– chmod 777 manutencao.xml

 

Com isso a biblioteca fiscal terá acesso de leitura e escrita no arquivo. 

Mas se não localizarmos o arquivo, então devemos criar um arquivo em branco com o comando:

 

-touch manutencao.xml

 

obs: O arquivo deve ser criado em branco, a biblioteca fiscal irá preencher com as tags de configuração.

E, em seguinda, alterar suas permissões com o comando:

 

-chmod 777 manutencao.xml

 

O segundo tópico que iremos tratar é no quesito de reconhecimento da impressora. Quando instalamos a biblioteca fiscal ela aloca automaticamente as formas de comunicação com a impressora, mas em alguns casos isso não ocorre. Para sanar essa dificuldade devemos então copiar o arquivo bematech_new.rules para o seguinte local:

 

-/etc/udev/rules.d/

 

O arquivo de regras pode ser obtido clicando aqui!

Após copiado para a pasta /etc/udev/rules.d/ devemos alterar as permissões do arquivo para que todos os usuários tenham controle total sobre o mesmo:

 

– chmod 777 /etc/udev/rules.d/bematech_new.rules ou chmod 777 bematech_new.rules

 

Com isso será criado um link simbólico no diretório /dev que poderá ser utilizado para comunicação direta com a impressora. As portas que poderão ser criadas são:

usbbema_mp2100thfi MP-2100 TH FI
usbbema_mp3000thfi MP-3000 TH FI
usbbema_mp4000thfi MP-4000 TH FI
usbbema_mp7000thfi MP-7000 TH FI
usbbema_mp4200thfi MP-4200 TH FI
usbbema_mp4200thfiii MP-4200 TH FI II


Com esses passos, sua aplicação de PDV em software livre irá ter o suporte total as funções das impressoras fiscais Bematech, seguindo somente as limitações exigidas pelos convênios 85/01 e 09/09.

As bibliotecas fiscais para uso com os ECFs Bematech em Linux, podem ser baixadas clicando aqui!

Qualquer dúvida, é só chamar nossos especialistas no Chat Online!

Forte abraço e boas implementações!